Rádio Rhema Online

quarta-feira, 15 de abril de 2015

A POLÊMICA BÍBLIA DO IRMÃOZINHO...


Não queria entrar no debate, por considerá-lo infrutífero - no sentido figurativo - mas, como a Bíblia nos ensina, literalmente, que "a árvore má não pode produzir frutos bons" (dando a entender que ela produz, e o que produz é mal), decidi dar ao menos um "pitaco"!

Lamentavelmente, há muito temos consumido (sic) todo tipo de “porcaria enlatada” vinda dos EUA. Meu amigo Newton Carpintero pode confirmar melhor isto, pois convive e vê no seu dia a dia os frutos produzidos naquele país - digo em termos teológicos.

Uma vez que importamos essas sementes (sic), elas germinam em solo tupiniquim, dando origem a frutos como a Teologia da Prosperidade, a Unção do Riso, a Confissão Positiva, o Cristianismo Judaizante, o Berro Ungido, a Unção da Leoa, da Vaca, do Pião, da Eguinha Pocotó (depois explico este) etc.

FRUTOS MAUS! VENENOSOS E PODRES EM SUA ESSÊNCIA!

No que se refere à polêmica envolvendo a Bíblia “Thalliana”, temos de considerar, também, as centenas, talvez milhares, de Bíblias cujos TÍTULOS POTENTOSOS, com nomes criados ou emprestados por seus comentaristas, compiladores ou editores produzidas ao longo das eras (sic). Tais empréstimos parecem torná-las ainda mais (sic) PODEROSAS, INFALÍVEIS, INERRANTES, IMBATÍVEIS, INCOMPARÁVEIS, VALOROSAS... Daí que, embora tais adjetivos sejam, por natureza, indissociáveis e intrínsecas às SAGRADAS ESCRITURAS, eles parecem ganhar nova conotação quando lembrados pelos NOMES DAQUELES que as tais (bíblias) produzem. Senão, vejamos:

Bíblia De Estudo Batalha Espiritual E Vitória Financeira - Morris Cerullo - USA
Bíblia Anotada Expandida - Charles C. Ryrie - USA
Bíblia de Estudo Vida Plena – Max Lucado - USA
Bíblia De Estudo Joyce Meyer - USA
Bíblia Judaica – David H Stern - USA
Bíblia De Estudo Macarthur - USA
Bíblia De Estudo Dake - USA
Bíblia Thompson - USA
Bíblia De Estudo Matthew Henry - UK
Bíblia De Estudo Scofield - UK
Bíblia Shedd – Russell P. Shedd
Bíblia Mulheres Diante do Trono – Ana Paula Valadão e outras
Bíblia Sagrada - Com Devocionais De Hernandes Dias Lopes
Bíblia De Estudo Do Guerreiro – Ubirajara Crespo e outros
Bíblia Apostólica Renascer - Estevam Hernandes.
Bíblia De Estudo Despertamento Espiritual
Bíblia De Estudo Do Líder Pentecostal
Bíblia De Estudo Do Expositor
Bíblia De Estudo Pentecostal
Bíblia De Estudo Avivamento
Bíblia De Estudo Esperança
Bíblia De Estudo Da Mulher
Bíblia De Estudo Plenitude
Bíblia Do Pregador
...
A lista é tão extensa, que tomaria o dia todo para elencar e discorrer (com opiniões particulares e de outros críticos) sobre cada uma delas.

É bem verdade que, na sua maioria (assim eu creio de boa mente), elas contribuíram e ainda contribuem como um facilitador no processo de EDIFICAÇÃO e MANEJO DA PALAVRA para os que almejam crescer na graça e no conhecimento de Cristo e sua Salvação, não obstante tenham se tornado, também, objeto de DESEJO MERCATIL por parte daqueles que FATURAM HORRORES com os “últimos lançamentos do mercado!”.  

Bem, dentro deste cenário, e voltando às “vacas frias”, o Pop Star Gospel, Thalles Roberto, não poderia ficar de fora, afinal, é a velha Mercantilização do Evangelho agregando VALORE$$$$$$ às COISAS SAGRADAS! #sqn

Que o ETERNO nos perdoe por financiarmos este mercado!

“E entrou Jesus no templo de Deus, e expulsou todos os que vendiam e compravam no templo, e derribou as mesas dos cambistas e as cadeiras dos que vendiam pombas; e disse-lhes: Está escrito: A minha casa será chamada casa de oração; mas vós a tendes convertido em covil de ladrões.” (Mt. 21.12-13)

Prossigo para o Alvo... Fp.3.14

P.S.: Eu uso a Thompson por considerar que ela tem a melhor concordância entre as de estudo e uma cadeia de referência maravilhosa. É muito mais por uma questão técnica e prática!
P.S.²: A Bíblia do Thalles na verdade (sic) é a Bíblia Apostólica do Estevam Hernandes

P.S.³: Este texto foi publicado originalmente como um comentário na página do Facebook do amigo Izaldil Tavares

3 comentários:

José Dos Reis disse...

É bom refletirmos sobre a questão levantada,isto manifesta que não engolimos tudo o que nos é apresentado,pontuo porém,que de maneira nenhuma é prudente generalizar estes ocorridos,se você for bom pesquisador,vai notar que boa parte de nossas riquezas no conhecimento bíblico,teológico e etc provem também dos EUA,PEGUE UMA TEOLOGIA SISTEMÁTICA ESCRITA POR UM BRASILEIRO E COMPARE COM A DE UM AMERICANO,NO BRASIL POR EXEMPLO ALGUÉM ESCREVE UM COMENTÁRIO DE 2 ML PÁGINAS PRA BÍBLIA TODA,ENQUANTO UM AMERICANO QUE NÃO É PREGUIÇOSO SE UTILIZA DE QUASE 50 MIL PÁGINAS PARA COMENTAR A BÍBLIA E SEM CONVERSAS FIADAS,SÓ ERUDIÇÃO.O TRABALHO D ANALISAR O QUE NOS É ÚTIL E ESCOLHERMOS É NOSSO,DEVEMOS SERMOS MADUROS EM NOSSAS ESCOLHAS,MUITO OBRIGADO.

Newton Carpintero, pr. e servo. disse...

Prezamado pr. Robson Silva,

Pertinente a sua exposição aos fatos da criatividade humana quando executam o Criador e valorizam a criatura.

É de arrepiar a evidência sobre as novas bíblias em contraste a verdadeira Bíblia.

Utilizam a Palavra de Deus de forma negociável, sem receio aos ventos das heresias.

Utilizam tudo(e todos) para arrecadarem o máximo, para as suas vidas, sem pestanejarem com o mínimo de cuidado às suas aprovações. São cegos e vacilantes em sua estrutura espiritual. São do tipo... encima do muro.

Deve haver sempre o confronto a estas novas primícias da igreja atual que vive totalmente desatualizadas com a verdade e os princípios bíblicos.

Vigiar deve ser uma constante aos novos livros de estudos que perseguem sempre um jeitinho especial ao "facilitarem" na escrita o entendimento moderno e jovem.

Fui jovem e aprendi muito bem o que existe na Palavra de Deus de forma lógica, definida e coerente com a verdade e a simplicidade do evangelho.

Algumas traduções ja trocaram a palavra pecado por falhas ou erros humanos.

Bem...........

Maranata, meu amigo,

O menor

ROBSON SILVA disse...

Caro irmão José,

Agradeço a tua vinda e comentários aqui no PPA. Deus o abençoe!
Quanto à "generalização", concordo com você e, sempre tomo o cuidado de não colocar todo mundo dentro do mesmo "balaio de gato".
Note ao final do 2º parágrafo e em todo o 3º que destaco "frutos podres" ou "lixos teológicos" produzidos no EUA e disseminados para o restante da América Latina (como se latrina fosse).
Bem verdade que outros países os tem produzido também de forma originária, como é o caso da "Benção de Toronto" (Canadá).
Ainda assim, nenhum pais tem se mostrado um celeiro de heresias e distorções como os EUA - conquanto o Senhor tenha levantado homens fiéis, pios e destemidos para combatê-las.
É isso!
Meu alerta é para que paremos de imitar da forma mais vil, mais rasa e ainda mais venenosa aquilo que outros estão fazendo ou produzindo em termos de teologia.
Como diz o nobre amigo Newton Carpintero: "Vigiar! Vigiar! E Vigiar!"
Abraço!

Robson Silva
Prossigo para o Alvo... Fp.3.14

Related Posts with Thumbnails