Rádio Rhema Online

segunda-feira, 28 de setembro de 2015

O FRACASSO DA CRUZ... (segundo o Papa)

Papa Francisco fala aos fiéis na Catedral de St. Patrick, em Nova York/EUA (Foto: AFP)
Em sua homilia na Catedral de St. Patrick, em Nova York/EUA, na última quinta-feira (24/09), o Papa “Francisco” (Jorge Bergóglio) declarou com todas as letras que “Jesus Cristo fracassou na cruz”.

É possível ouvir com toda clareza - em uma tradução literal das palavras do Sumo Pontífice - Francisco dizer, “Temos que recordar que seguimos a Jesus Cristo, cuja vida, humanamente falando, terminou em um fracasso: no fracasso da Cruz”.


Tal assertiva (sic) vai na contramão das declarações da própria Bíblia Sagrada, considerada "bússola" para o cristão e sua única regra de Fé e prática, cuja autoridade é inquestionável e irrefutável – inclusive para o Catolicismo Romano.

Vejamos o que nos ensinam as Escrituras acerca da morte – humanamente falando – de Cristo na Cruz:
  1. A morte foi tragada pela VITÓRIA. Onde está, ó morte, a tua vitória? Onde está, ó morte, o teu aguilhão? Ora, o aguilhão da morte é o pecado, e a força do pecado é a lei. Graças, porém, sejam dadas a Deus, que nos dá a VITÓRIA por nosso Senhor Jesus Cristo!" (1 Coríntios 15.55-57 - Versão Católica.) Grifos nossos.
  2. Como {de nossa pregação} recebestes o Senhor Jesus Cristo, vivei nele, enraizados e edificados nele, inabaláveis na fé em que fostes instruídos, com o coração a transbordar de gratidão! Estai de sobreaviso, para que ninguém vos engane com filosofias e vãos sofismas baseados nas tradições humanas, nos rudimentos do mundo, em vez de se apoiar em Cristo. Pois nele habita corporalmente toda a plenitude da divindade. Tendes tudo plenamente nele, que é a cabeça de todo principado e potestade.” (Colossenses 2.6-10 – Versão Católica) Grifos nossos.
  3. É ELE que nos perdoou todos os pecados, cancelando o documento escrito contra nós, cujas prescrições nos condenavam. Aboliu-o definitivamente, ao encravá-lo NA CRUZ. Espoliou os principados e potestades, e os expôs ao ridículo, TRIUNFANDO DELES PELA CRUZ. (Colossenses 2.13-15 – Versão Católica) Grifos nossos.
  4. Agora, porém, graças a Jesus Cristo, vós que antes estáveis longe, vos tornastes presentes, pelo sangue de Cristo. Porque é ele a nossa paz, ele que de dois povos fez um só, destruindo o muro de inimizade que os separava, abolindo na própria carne a lei, os preceitos e as prescrições. Desse modo, ele queria fazer em si mesmo dos dois povos uma única humanidade nova pelo restabelecimento da paz, e reconciliá-los ambos com Deus, reunidos num só corpo pela VIRTUDE DA CRUZ, aniquilando NELA a inimizade.” (Efésios 2.13-16 – Versão Católica) Grifos nossos.
  5. "Que toda a casa de Israel saiba, portanto, com a maior certeza de que este JESUS, que vós CRUCIFICASTES, Deus o constituiu SENHOR E CRISTO." (Atos 2.32-36 – Versão Católica) Grifos nossos.

Não é de se admirar que Lutero – entre tantos outros reformadores – tenha rompido com esta igreja, considerando anátemas os seus ensinamentos e insustentáveis os seus fundamentos, os quais não são, nem de longe, aqueles principiados pelos Apóstolos, tendo por ROCHA INABALÁVEL o próprio Cristo – pedra angular e principal de esquina, “uma pedra de tropeço e rocha de escândalo, para aqueles que tropeçam na palavra”. (1 Pedro 2:8a).

E, conquanto a humildade franciscana, os afagos e carinhos dispensados aos pobres e o estreitamento de laços com as autoridades religiosas e seculares deste mundo – muitas das quais inimigos declarados da Fé Cristã – têm projetado uma imagem conciliadora, flexível e transigente do Vigário de Cristo (sic), suas declarações como “chefe da igreja”, por sua vez, demonstram o quão distante ele se encontra da Verdade do Evangelho de Nosso Senhor.

Quanto a mim: eu prefiro ficar com as declarações de Paulo:

“Também eu, quando fui ter convosco, irmãos, não fui com o prestígio da eloquência nem da sabedoria anunciar-vos o testemunho de Deus. Julguei não dever saber coisa alguma entre vós, senão Jesus Cristo, e JESUS CRISTO CRUCIFICADO. (1 Coríntios 2.1,2 – Versão Católica) Grifos nossos.

O Papa – humanamente falando - traveled in the mayonnaise! - kkk


Prossigo para o Alvo... Fp.3.14

Foto: AFP

sábado, 29 de agosto de 2015

CAIU BABILÔNIA, CAIU!


Após 5 meses e 12 dias respirando por aparelhos, desde o seu nascimento - com um coração duro como pedra e fraco como o vidro -, finalmente veio a "óbito" a pobre, desgraçada e miserável Babilônia. Justo ela, que se julgava grande e forte. E quem pranteará o seu fim?

“Caiu Babilônia, caiu! Todos os ídolos de Babilônia estão partidos pelo chão.” (Isaías 21:9).

Medidores de audiência dão conta de que esta foi a novela da Rede Globo que pior resultado apresentou nos últimos 50 anos. Por que será, hein?

Prossigo para o Alvo... Fp. 3. 14

sábado, 15 de agosto de 2015

ENCONTRO NACIONAL DE LÍDERES DE JOVENS E ADOLESCENTES


ATENÇÃO,
Já estão abertas as inscrições para o ENCONTRO NACIONAL DE LÍDERES DE JOVENS E ADOLESCENTES promovido pela CGADB / CPAD.
O evento, que acontecerá entre os dias 5, 6 e 7 de novembro, no Novo Templo da AD Belém (Rua Dr. Fomm, 140 - São Paulo / Altura do nº 3.000 da Av. Alcântara Machado), abordará temas atuais e prementes como:
  • Missões e Ministério, 
  • Perfil do Líder da Atualidade, 
  • Louvor e Adoração, 
  • Confrontando o Caráter da Juventude para uma Vida Santificada, 
  • Drogas - Jovens Assembleianos frente aos Desafios das Drogas e da Violência, 
  • Sexualidade, 
  • Mídia e Universidade e 
  • A Força da Juventude.

Confira todas as informações clicando no banner e faça já a sua inscrição.

Prossigo para o Alvo... Fp.3.14



terça-feira, 11 de agosto de 2015

CPAD DE VOLTA ÀS ORIGENS... OU, AO GÊNESIS?

Imagens da Internet
Restando pouco mais de um mês para a última lição do 3º trimestre da Escola Bíblica Dominical, alguns sites de "subsídios" ou temas relativos à EBD já dão conta do assunto da Revista CPAD Adultos para o próximo trimestre.

De acordo com essas fontes* oficiosas, o tema a ser ministrado em todas as salas de aula das igrejas que adotam o material da Casa Publicadora das Assembleias de Deus será O começo de todas as coisas – Estudos sobre o Livro de Gênesis, com comentários do Pr. Claudionor de Andrade.

Em se confirmando a notícia, a CPAD estará, mais uma vez, "voltando às origens... ou, ao Gênesis", com a publicação de uma “revisão” ou “ampliação” de um tema já abordado pela Casa. Neste caso, há exatas duas décadas, quando publicou, com comentários do Pr. Elienai Cabral, a revista “Gênesis, o princípio de todas as coisas” (4º Trim/1995).

Bem verdade que, comparados os títulos das lições de ambas as revistas (conf. abaixo), podemos afirmar, sem sombra de dúvidas, que não se trata de uma “mera reedição”, mas, do lançamento de um novo olhar, com novas abordagens e novas inspirações que nos farão deleitar neste que é considerado o livro elementar para o fundamento da Fé em Deus. Afinal, como diz o escritor aos Hebreus – ratificando o texto de Genesis 1 –: “Pela fé entendemos que os mundos pela palavra de Deus foram criados; de maneira que aquilo que se vê não foi feito do que é aparente.” (Hb. 11.3)

Isto posto, não nos resta alternativa se não glorificarmos a Deus pela oportunidade que Ele nos concede de estarmos sendo, de contínuo, edificados pela Sua Preciosa Palavra através da nossa mui amada Escola Bíblica Dominical.

Quer pagar (sic) pra ver?

Prossigo para o Alvo... Fp.3.14

Lições Bíblicas da CPAD - 4º Trimestre / 1995
Título: Gênesis - O princípio de todas as coisas
Comentarista: Elienai Cabral
Lição 1: A doutrina da criação
Lição 2: A criação do mundo
Lição 3: A criação do homem
Lição 4: Tentação e queda do homem
Lição 5: Duas linhagens históricas de Adão
Lição 6: Corrupção e juízo
Lição 7: Recomeço, confusão e dispersão
Lição 8: Abraão, história e modelo de fé
Lição 9: Erros e acertos na vida de Abraão
Lição 10: O valor e o poder da oração intercessória
Lição 11: Sodoma e Gomorra, protótipos do mundo atual
Lição 12: Ismael e Isaque, conflito de irmãos
Lição 13: Jacó, um caráter transformado
Lição 14: José, um homem designado por Deus

Lições Bíblicas da CPAD - 4º Trimestre / 2015
Título: O começo de todas as coisas - Estudos sobre o Livro de Gênesis
Comentarista: Claudionor de Andrade
01. Gênesis, o Livro da Criação Divina
02. A Criação dos Céus e da Terra
03. E Deus Criou Homem e Mulher
04. A Queda da Raça Humana
05. Caim Era do Maligno
06. O Impiedoso Mundo de Lamaque
07. A Família que Sobreviveu ao Dilúvio
O8. O Início do Governo Humano
09. Bênção e Maldição na Família de Noé
10. A Origem da Diversidade Cultural da Humanidade
11. Melquisedeque Abençoa Abraão
12. Isaque, o Sorriso da Promessa

13. José, a Realidade de um Sonho



segunda-feira, 10 de agosto de 2015

MAIS SOBRE O 3º SEMINÁRIO PARA ESCRITORES E ARTICULISTAS


Pela graça e misericórdia do Senhor, o editor deste blog teve o privilégio de participar, nos dias 7 e 8 de agosto, na cidade de Curitiba/PR, do 3º Seminário para Escritores e Articulistas.

O evento, promovido pela CPAD com a chancela da Casa de Letras Emílio Conde, teve como anfitriã a Igreja Evangélica Assembleia de Deus de Curitiba, presidida pelo mui digno Pr. Wagner Tadeu Gaby e contou com expoentes como os pastores e escritores Ciro Zibordi, Claudionor de Andrade, Silas Daniel, Alexandre Coelho, Elinaldo Renovato e Kemuel Sotero, além do próprio Pr. Wagner Gaby.

As plenárias tiveram início já na noite de sexta (7), com o Pr. Alexandre Coelho discorrendo sobre o tema Como apresentar seu livro a uma editora e, seguiram pelo sábado (8) com os demais preletores abordando temas como: A Bíblia Sagrada como livro texto do escritor, O Perfil do Escritor Evangélico e o Estilo Literário, O escritor e a Era Digital, Como escrever Artigos Jornalísticos e O escritor como Autoridade Espiritual, todos indispensáveis e da mais alta importância para a vida, desenvolvimento e edificação “técnico” e espiritual dos atuais e futuros escritores ou articulistas desejosos e comprometidos em contribuir com o Reino de Deus através da escrita.

Estou certo de que todos saímos deste encontro enriquecidos, renovados e inspirados por Deus para pormos a termo novos projetos antes tidos como “meros sonhos”.

Que o Eterno Deus prossiga abençoando a vida de nossos mestres, da nossa querida Casa Publicadora e de todos os “grandes e pequenos” artífices da pena.

Prossigo para o Alvo... Fp.3.14


Related Posts with Thumbnails