Rádio Rhema Online

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

O PRINCÍPIO DA ISONOMIA, O CRENTE E A (IN)JUSTIÇA...


Há poucos dias estávamos discutindo o fato de que “o CRENTE não deve” usar o argumento de que a polícia/justiça não toma providências contra bares e pancadões, por exemplo, para justificar a nossa indignação contra o abuso de autoridade preconizado pela PM no caso da AD Guarapuava (PR). Dizia-se, naquela ocasião: “Como Cristãos temos que dar o exemplo”.

Bem, a minha pergunta agora é:

“Devemos, como Cristãos, nos solidarizar com o STF que entendeu, por 7 votos a 3, ser ‘justa’ a indenização em dinheiro, pelo Estado (leia-se: nós) – inclusive por danos morais – aos presos vítimas (sic) da superlotação dos presídios? Ou devemos nos manifestar contrariamente à decisão, e nos solidarizarmos com as milhares de famílias vitimadas por eles, bem como com aquelas que sofrem com a superlotação (sic) dos hospitais, dos transportes públicos, dos postos do INSS... sob a alegação de que ‘o Estado não tem dinheiro para suprir tais demandas’?”

Vamos lá crentes! #borapensar


Prossigo para o Alvo... Fp.3.14

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails