Rádio Rhema Online

sexta-feira, 10 de agosto de 2007

URUBUPUNGÁ (tupi) - O grasnar dos urubus

Perdoem-me os leitores ocupar este valioso espaço para publicar o que considero ser a maior aberração que já ouvi em todos esses anos de crente – e olha que já se vão 20 maravilhosos anos.

Estava eu na manhã de ontem (09/08) dentro do ônibus com destino à faculdade, quando duas senhoras entraram. Uma delas sentou-se ao meu lado, enquanto a outra permaneceu de pé. A primeira era visivelmente uma senhora cristã, bem ao estilo assembleiano, a outra não possuía as mesmas características (impressões).

Enquanto lia um livro, elas iniciaram um bate-papo trivial, com temas como trabalho, família, aposentadoria, dentre outros.

De repente, a senhora cristã revelou seu sofrimento com o esposo, que aos 59 anos não consegue abandonar a bebida, chegando ao ponto de gastar todo seu pagamento pelos bares no caminho para casa.

A conversa prosseguiu neste tema, quando para meu espanto, a senhora (NC) que estava de pé dirigindo-se a amiga cristã (C), iniciou o seguinte diálogo, que transcrevo a seguir:


C: _ “Eu não sei mais o que fazer para aquele homem parar de beber”.
NC: _ “Eu tenho uma receita para curar alcoolismo que é tiro e queda! A senhora deve pegar uma pena de urubu, picar bem picadinha e fazer um refogado, que pode ser colocado na carne, no feijão, ou qualquer outra comida que deverá ser dada à pessoa viciada”.
C: _ “Mas será que funciona mesmo?”.
NC: _ “É claro que funciona! É só a senhora ter fé (sic)”.
C: _ “Mas onde vou conseguir uma pena de urubu aqui em São Paulo? Se fosse na Bahia era fácil”.
NC: “Ora, a senhora pode comprar em qualquer casa de umbanda.
Tudo bem que a senhora é evangélica, mas qualquer um pode entrar numa casa de umbanda para comprar algo”.
C: “Mas será que funciona mesmo?”.
NC: “É claro que funciona!”.
C: “Eah, como vou sair de férias o mês que vem e vou a Bahia, vou experimentar a receita”.

A esta altura eu já estava me revirando no assento, mas não tive coragem de interrompê-las. Pensei que seria indelicado de minha parte.

Minutos depois levantei-me para descer e deixei para trás aquilo que para mim foi o maior absudo que já ouvi envolvendo um cristão (?) em toda a minha vida de crente – e olha que já ouvi um monte de baboseiras, tais como a que ouvi a pouco em um programa evangélico (sic) na TV: “O último lavar das mãos na mirra do amor... Toque na porta do quarto, da cama e do travesseiro... ‘depois de lavar as mãos na taça da mirra do amor, Deus fez com que a outra o deixasse e ele voltasse para mim.’...”.

Não quero me estender em comentários desnecessários. O Salmista pelo Espírito de Deus bem profetizou: “Bem-aventurado o homem que não anda segundo o conselho dos ímpios, nem se detem no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores. Antes tem o seu prazer na lei do Senhor, e na sua lei medita de dia e de noite.” (Sl.1:1,2).

Sabemos que nos últimos dias surgirão falsos cristãos e muitos falsos profetas, acerca dos quais falaram os apóstolos Paulo, Pedro, João, Judas, dentre outros.

“Amados, enquanto eu empregava toda diligência para vos escrever acerca da salvação que nos é comum, senti a necessidade de vos escrever, exortando-vos a batalhar pela fé que de uma vez por todas foi entregue aos santos”. (Jd. v.3)
“Estes (falsos profetas), porém, difamam a tudo o que não entendem; e naquilo que compreendem de modo natural, como os animais irracionais, até nisso se corrompem”. (Jd. v.10).

O grifo é meu.

Que o Senhor tenha misericórdia de todos nós!

2 comentários:

MESTRE disse...

NÃO SEJA IDIOTA, IMBECIL

Anônimo disse...

Pelo que vi nas fotos vc tem uma linda familia e acredito realmente na sua fé. Mais o que temos que fazer é seguir o que resumi os mandamentos, ame teu proximo como a ti mesmo, ou seja, não faça aos outros o que não gostaria que fizessem a vc, então ao invés de criticar ou de se achar dono da verdade, ore por aqueles que vc ache na ignorancia, porque assim vc estara enviando vibrações boas e quem sabe assim e não com criticas podera transformar o coração destas pessoas. De alguem que não é evangelica mais tem muita fé no nosso criador.

Related Posts with Thumbnails