Rádio Rhema Online

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

A BÍBLIA NA FAMÍLIA...

“No temor do Senhor, o homem encontra um forte apoio e também segurança para a sua família.” (Provérbios 14:16)

Em sua última edição trimestral para o ano de 2010, a revista A Bíblia no Brasil (nº229 / ano 62) – publicação oficial da Sociedade Bíblica do Brasil – lança campanha para o Dia da Bíblia sob o tema “A Bíblia na Família”.

Em tempos de crise como os que estamos vivendo, em que a entidade familiar tem sido bombardeada por todos os lados com ferozes e devastadores ataques de Satanás, ações como esta promovida pela SBB pode ser considerada um grande e poderoso contra-ataque às trincheiras do inimigo.

Obviamente que muito do prejuízo acumulado ao longo desta nossa era se deve aos desvios e mudanças de rumo e de comportamento da sociedade – sobretudo a pós-moderna – considerada em alguns momentos como vanguardista e evoluída.

Não obstante, a igreja, enquanto cuidadora da célula mater, em muito contribuiu para este estado de coisas e, deste modo, não está isenta de sua responsabilidade – ou falta de –, seja pela acomodação no desempenho de seu papel, seja pelo acompanhamento e conformação com os novos rumos impostos pela sociedade, ano após ano.

Bem nos advertiu o apóstolo Paulo em sua epístola aos romanos: “Não vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos pela renovação do vosso entendimento” (Rm 12:2a).

Para alguns, infelizmente, a “renovação do entendimento” está condicionada à adaptação ou ajustamento da vida cristã ao new style of life deste mundo pós-moderno, deixando, portanto, de observar a segunda parte do texto paulino, no qual a Bíblia nos exorta a experimentar "qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de DEUS" (Rm 12:2b).

Nesse sentido, a fim de agradar àqueles que determinam os padrões a serem seguidos por esta sociedade, muitos se enveredam por caminhos tortuosos, pelos atalhos da vida, pelas vielas do engano.

Uma vez desviados da Verdade abandonam o núcleo familiar ou, quando ainda “dentro”, estão tão distantes que parecem não estar ali. Razão pela qual temos observado um verdadeiro desmantelamento das famílias, mesmo no seio da Igreja.

Assim, quando pastores divorciados e/ou adúlteros ministram sobre jovens casais temos como resultado casamentos desfeitos antes de completarem um ano; múltiplos adultérios tolerados ou mantidos "fora das vistas" da igreja sob pretexto de perdão "sacerdotal"; casais divorciados, ou em vias de, mantidos em comunhão mesmo após contraírem nova união dentro da própria igreja – quase sempre em decorrência de adultério de um ou de ambos os cônjuges etc.

A banalização do tema sexualidade dentro de casa com exibições pornográficas em programas de TV, sob as mesas e lousas das salas de aula na escola, ou até mesmo nas rodinhas de bate-papo entre amigos da igreja trazem como consequencia a fornicação entre jovens e adolescentes, a prostituição, o aumento de um comportamento lascivo e irreverente, a busca por experiências sexuais anômalas travestida de liberdade de orientação sexual... E, consequentemente, a intolerância à Palavra de Deus, à consagração, ao jejum e à oração.

Somente um retorno às boas e “velhas” práticas de um devocional diário e coletivo em família poderá reverter esse quadro tenebroso ora instalado no seio da Igreja e da nossa sociedade, devolvendo-nos assim o prazer da meditação na Lei do Senhor de dia e de noite.

Que o ETERNO nos ajude nessa árdua e edificante tarefa.

N’Ele,

Prossigo para o Alvo... Fp 3:14

4 comentários:

Pastor Guedes disse...

Caro Robson,

A Paz do Senhor!

Vim aqui agradecer sua visita ao meu blog e também dizer que aceito tomar um "café teológico" com sua nobre pessoa.

Quanto ao assunto do post, você está certo e está levantando um tema onde muitos têm capitulado por não darem a devida atenção. Agora mesmo entre uma "teclada" e outra estou cantando alguns hinos antigos da nossa querida e velha Harpa Cristã e vejo, como você, que deixamos muitos valores seculares (principalmente na família e no casamento) tomarem o lugar de nossos valores espirituais.

Deus continue abençoando sua vida e sua casa. Que o seu lar seja um lugar de bênção e aprazível a Deus e aos que adentrarem em suas portas.

Forte Abraço.
No Amor de Cristo!

Newton Carpintero, pr. e servo disse...

Prezamigo presbpastor Robson Silva,

A paz do Senhor!

Bom saber que a sua Família RESIDE na presença de Deus.

Viver com Deus, significa não associar-se com o mundo em suas banalidades, e prover o fortalececimento à volta no procedimento correto com todo o entendimento, na certeza que existe um verdadeiro motivo, este produtor em nossas vidas, da alegria da Salvação.

Obs.: Precisamos na defesa do evangelho, exigir que se agilize o procedimento correto nos casamentos à nossa volta com os problemas do divórcio.

Onde iremos parar com tamanha displicência das autoridades?

O Senhor seja contigo, meu amigo, e que a sabedoria e o conhecimento, distribuidos por Deus, o atinja bem em cheio, como uma chuva de bençãos sobre a sua vida e a da sua Família.

O menor dde todos

ROBSON SILVA disse...

Querido Pr. Guedes,

Para com essa coisa de tanto me agradecer... Visitar o vosso blog para mim tem sido como frequentar uma escola teológica, e melhor, "di grátis"...

Querendo dar uma passadinha aqui pelo PPA sempre que possível, fique à vontade... Esse é agora, também, quintal da sua casa... the backyard, por assim dizer.

Quanto ao café, o senhor determina o quando e o onde...

Abraço,

Robson Silva

ROBSON SILVA disse...

Prezamado Pr. Newton CArpintero.

Graça e Paz!

Pensei muito no senhor enquanto escrevia este artigo... Sei da tua luta em defesa de uma entidade familiar sadia, santa, guardada e orientada pela Palavra de Deus...

Louvo a DEUS por tua vida, pela tua amizade e, sobretudo, pelo modelo familiar que conservas.

É uma benção tê-los como modelo!

Forte abraço!

N'Ele,

Robson Silva

Related Posts with Thumbnails