Rádio Rhema Online

domingo, 24 de julho de 2011

QUE DIFERENÇA ISSO FAZ?...

Calou-se uma voz... Ouviu-se um clamor: “Oh! My God, Amy’s died!”.


A pergunta que faço é: Que diferença isso faz para o mundo? Não para o mundo pop... Para os abastados... Para os aficionados da música suburbana londrina... Para os defensores do “The British way of life”... Mas…

Que diferença isso faz para as centenas de milhares de vítimas do terremoto no Haiti que ainda aguardam por socorro, por abrigo, por comida, por dignidade?...

Que diferença isso faz para as incontáveis crianças Afegãs, Palestinas, Líbias, Timorenses, Sudanesas, dentre outras, vítimas da insanidade de homens vis, amantes do poder, que disputam a exploração das riquezas naturais de seus países e acumulam incontáveis fortunas a preço de sangue inocente?...

Que diferença isso faz para os milhares de pobres indefesos vítimas da AIDS – sobretudo crianças – que sucumbem minuto a minuto pela falta de medicamento, de tratamento, de compaixão, sem sequer terem tido a chance de dizer ao mundo “nós não escolhemos esta vida; não escolhemos as drogas; não escolhemos a depravação moral e o sexo libertino... NO... NO... NO...”?...

Que diferença isso faz para aqueles que de dia e de noite convivem com o som estridente e cortante dos disparos de fuzis, de pistolas, de morteiros, de granadas e outras máquinas de matar nas guerrilhas do narcotráfico, nas disputas pelos pontos de distribuição de drogas nas favelas (graciosamente denominadas de comunidades) que insistem em encontrá-las, perdidas, em meio ao fogo cruzado?...

Que diferença isso faz para os milhares de desabrigados vítimas do tsunami no Japão, dos deslizamentos nas regiões serranas do Rio, dos alagamentos no nordeste brasileiro?...

Que diferença isso faz para as vidas destes e de tantos outros que se vão da mesma forma, sem esperança, sem paz, sem salvação?...

O mundo não precisa de Amys para mudar, mas, de pessoas comuns como eu e você, ou de estrelas como Ayton Senna, Zilda Arns e tantos outros que de fato deixaram um rastro de grandes obras... Pessoas dispostas a fazer a diferença.

“Tudo quanto te vier à mão para fazer, faze-o conforme as tuas forças, porque na sepultura, para onde tu vais, não há obra nem projeto, nem conhecimento, nem sabedoria alguma.” (Ec. 9:10)

Prossigo – lamentando por aqueles – para o Alvo... Fp 3:14

2 comentários:

Newton Carpintero, pr. e servo disse...

Prezamigo pbpastor Robson Silva,

A paz de Cristo, o nosso Senhor!

Após ler a sua matéria, sobre que diferença isso faz, posso informá-lo que esta matéria fez a diferença, sobre o lento suícidio da artista Amy, em seus vícios e péssimo exemplo de como não viver uma vida.

O Senhor seja contigo, nobre amigo!

O menor de todos os menores.

ROBSON SILVA disse...

Paz meu amigo...

De fato, se alguma diferença faz, é o fato de nos despertar para a dura realidade de que a igreja dos dias atuais tem feito "muito pouca" diferença nas vidas dessas pessoas que, levadas pelas vaidades temporãs, pela riqueza terrena, pela fama repentina e passageira, sucumbem diante das drogas, no álcool, na depravação moral e, por fim, da morte prematura, sem DEUS, sem PAZ, sem SALVAÇÃO...

Que o Senhor tenha misericórdia de nós.

Abraço.

PPA

Related Posts with Thumbnails