Rádio Rhema Online

quarta-feira, 19 de novembro de 2008

O FOGO ARDERÁ CONTINUAMENTE...

Passados dois dias do Culto de Encerramento do III Congresso de Irmãs do Círculo de Oração Rosa de Saron ainda ouço ecoar no mais profundo de minh’alma o som de um louvor penetrante: “Oh Deus, vem queimar o pecado que ainda está em meu coração, em minha mente, em meu corpo. Oh, vem e purifica o meu altar com teu fogo...”

Os três dias de adoração e louvor ao Senhor organizado pelas irmãs do Círculo de Oração da Assembléia de Deus em Vargem Grande – Min. de Cubatão ficaram na memória de todos aqueles que ali puderam desfrutar da presença marcante da chama do Espírito de Deus, que fez arder os corações.

SEXTA-FEIRA – O Culto de abertura contou com a presença de diversos irmãos e igrejas convidadas, além das cantora Simone Nogueira e Pr. Elias Santana, da Assembléia de Deus de Jacupiranga (Min. Cubatão) que esteve acompanhado de sua esposa Diana, sua filhinha Gabriela e a cantora Dayele (foto acima).

A mensagem pregada pelo Pr. Elias teve por base a segunda carta de Paulo a Timóteo, c. 3, v. 1-4, no qual o apóstolo admoesta seu filho na fé acerca das dificuldades a serem enfrentadas nos últimos dias, aos quais chamou de “tempos trabalhosos”.

Discorrendo sobre o comportamento egoísta, irreverente, dissimulado e incorrigível que haveria de dominar homens maus e corruptos nesses últimos dias, trazendo considerável prejuízo à obra de Deus, inclusive dentro da própria igreja, o Pr. Elias exortou os presentes a que permitissem as chamas do Espírito queimar qualquer tipo de sentimento contrário àqueles verdadeiramente edificantes e próprios de quem desfruta uma vida plena em Cristo Jesus. Uma noite de glória!

SÁBADO – Não menos glorioso, o Culto de Adoração do sábado contou com a tão ansiada presença do nosso Pastor Presidente Josias de Almeida Silva (no centro da foto) e do destemido Exército Mulheres de Deus, da Assembléia de Deus de Cubatão.

Diversos obreiros de igrejas irmãs estiveram presentes, dentre eles o Pr. Roberto Bisto, da A.D. de São Bernardo, o Pr. Milton Felipe da A.D. Emanuel Min. dos Estados Unidos, e outros do Ministério de Cubatão.

Destaque para a peça “Parábola das dez virgens” apresentada pelas irmãs do Círculo de Oração, e elogiada pelo Pastor Josias, que tocou profundamente os corações com uma mensagem simples, porém profunda, levando todos a um estado de reflexão sobre a necessidade de manter acesa a chama do Espírito e abastecidas as reservas de "azeite" até a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo.

Especial menção também cabe às apresentações do Exército Mulheres de Deus, que não pouparam esforços para se deslocarem da cidade de Cubatão para o longínquo bairro de Vargem Grande para aqui louvaram ao Senhor de maneira esfuziante, com a singeleza das rosas e a força de um poderoso exército. Foi Maravilhoso!

Por fim, a presença do Senhor se fez ainda mais intensa quando direcionado pelo Espírito Santo o Pr. Josias de Almeida tomou o microfone para ministrar a palavra final. Era quase impossível conter os brados de Glória a Deus e Aleluia enquanto o Pastor discorria sobre o texto sagrado. A cada palavra, a cada exortação um prorromper de louvor.

Fazendo referência à carta paulina aos Romanos, c. 12, v. 1-2, conclamava: “Rogo-vos, pois, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis os vossos corpos em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional”, numa alusão à necessidade de vivermos uma vida de santidade, purificada das mazelas desta vida pelas chamas do Espírito Santo.

Exortou ainda os obreiros e ministros do Senhor a que, vestidos de suas vestes sacerdotais removessem toda sobra de cinzas que ainda restasse sobre o altar, colocando em ordem a lenha e a oferta de gordura pacífica – em referência a passagem de Lev. 6:10-13. Tudo isso sem que o fogo do altar do holocausto se apagasse. Afinal, “O fogo arderá continuamente sobre o altar; não se apagará.”

Um culto para ficar verdadeiramente na memória. Louvado seja o nome do Senhor!

DOMINGO – A manhã de domingo foi marcada pela celebração da Santa Ceia do Senhor, momento mais que propício para que toda gordura que ainda restasse da oferta da noite fosse queimada sobre lenha nova.

Aproveitado em cada um dos dias, o Pr. Elias Santana ministrou a Palavra, discorrendo sobre a descida do Espírito Santo sobre a igreja apostólica reunida no Dia de Pentecostes, ocasião em que "foram vistas línguas repartidas, como que de fogo, as quais pousaram sobre cada um deles." (Atos 2:3).

Destacou a transformação experimentada pelos ali presentes, em especial aquela vivida pelo Apóstolo Pedro, que após haver agido de forma bruta e atabalhoada por ocasião da prisão do Senhor, de haver negado o Mestre e tantas outras coisas, permaneceu firme em oração aguardando o cumprimento a promessa do Consolador.

Agora, revestido de poder e autoridade, Pedro ergue-se de entre os seus irmãos para proclamar a vitória sobre os visitantes de Jerusalém: “Homens judeus, e todos os que habitais em Jerusalém, seja-vos isto notório, e escutai as minhas palavras”, e numa única pregação levou quase três mil almas aos pés de Cristo.

O Culto da noite de domingo selou o programa elaborado pelas irmãs do Circulo de Oração, no qual cooperou em todos os dias o Espírito Santo, numa prova irrefutável de que tudo fora feito debaixo de muita oração e na direção do Senhor.

As irmãs apresentaram ainda um belíssimo jogral, e os departamentos de louvor tiveram oportunidade para agradecer a Deus pela vida daquelas mulheres que tanto intercedem pela igreja.

A mensagem de encerramento da festa ficou a cargo da cantora convidada Dilma Rocha, que após louvar ao Senhor com belíssimos hinos, apresentou de forma brilhante seu testemunho de conversão e de como o Senhor a chamou das trevas do vício e de uma vida desregrada, graças às constantes intercessões de sua avó, que dia e noite mantinha acesa a chama da esperança de que o Senhor haveria de resgatá-la. Assim, cumprida a promessa na vida de Sua serva ela pode ministrar de forma intensa e impactante a palavra aos corações dos presentes. Parecia não haver lugar para tanta alegria, tanta glória, tanto amor.

Todos estávamos radiantes pelos momentos já experimentados nos dias anteriores, não restando senão glorificar o nome do Senhor em gratidão pelas maravilhas, pelas bênçãos derramadas, pelo poder renovador. Foram três dias de Glória...

Que mais nos falta dizer, senão que ainda estamos sentindo o Fogo do Senhor arder sobre nossas vidas.

Prossigo para o Alvo... Fp. 3:14

2 comentários:

elias disse...

Paz do Senhor.
Foram dias gloriosos, Deus se fez presente. Deus abençoe sua vida irmão Robson, maravilhosa síntese da festa.

lile souza ferreira disse...

estor muito alegre pelo sentenario por saber que meu pai fez parte o nome dele jose visente ferreira e juntamente com daniel berg aamem

Related Posts with Thumbnails