Rádio Rhema Online

sábado, 21 de julho de 2007

É VENCER OU VENCER!

Estes últimos dias de realização dos jogos Panamericanos do Rio de Janeiro têm sido de grande orgulho para nós brasileiros.

É sempre uma emoção ver nossos atletas, nas mais diferentes modalidades, ascenderem ao pódio para serem premiados pela conquista de suas medalhas, seja ela de ouro, de prata ou de bronze. Ascensão que é, certamente, fruto de dedicação, abnegação e gana empreendidos ao longo de meses de preparação.

Momentos assim me fazem lembrar as palavras do Apóstolo Paulo ao comparar a carreira do cristão à de um atleta: “Não sabeis vós que os que correm no estádio, todos, na verdade, correm, mas um só leva o prêmio? Correi de tal maneira que o alcanceis” (1Co. 9:24).

Conhecedor que era da cultura grega e diante de uma civilização extremamente narcisista e egocêntrica, que tinha em Atenas a capital do Estado e o principal centro comercial, cultural e “esportivo”, o apóstolo escreve aos crentes greco-judaicos (agora cristãos) usando o que de mais popular havia para aquela civilização: as Olimpíadas.

O apóstolo ao discorrer sobre seu trabalho na pregação do evangelho entre os gentios, defende justamente este espírito de renuncia própria, em que aquele que tem uma meta a atingir não pode vacilar diante das dificuldades. No caso do apóstolo, as dificuldades de víveres e outros suprimentos necessários a sua manutenção, bem como de seus companheiros missionários, não podiam ser sopesados como um fator preponderante para a descontinuidade do trabalho; tampouco como uma recompensa por este - embora fizessem jus.

Paulo lembra aos coríntios que até aquele momento já haviam sofrido muito e aberto mãos de muitos privilégios por amor a seus filhos na fé: “até a presente hora, sofremos fome, e sede, e nudez; e somos esbofeteados, e não temos morada certa, e nos afadigamos, trabalhando com as nossas próprias mãos. Quando somos injuriados, bendizemos; quando perseguidos, suportamos; quando caluniados, procuramos conciliação; até agora, temos chegado a ser considerado lixo do mundo” (1Co. 4:11).

Tal defesa fica ainda mais clara na carta aos Romanos, quando Paulo argumenta: “o que nos separará do amor de Cristo? Será tribulação, ou angústia, ou perseguição, ou fome, ou nudez, ou perigo, ou espada?” (Rm. 8:35).

Portanto amados, que o Senhor nos ajude a tomarmos os exemplos destes homens abnegados, a fim de que nossa carreira não seja vã, mas que tendo corrido a carreira que nos está proposta e, combatido o bom combate, não sejamos desqualificados, mas sim considerados mais que vencedores por aquele que nos amou, recebendo d’Ele mesmo a coroa da vitória.

Parabéns a todos os atletas brasileiros, medalhistas ou não, desse Pan-Americano Rio 2007.

Que o Senhor a todos abençoe.

1 comentários:

Carlos Roberto Silva, Pr. disse...

Ol� Robson!
A Paz do Senhor!
Obrigadom�pela indica�o do seu blog e do artigo supracitado!
J� l� e gostei muito!
Hoje em dia, a Igreja no Brasil tem necessidade de escritores, at� porque essa � uma atividade que tem que ser conciliada com outras.
N�o esmore�a. Sempre que puder escreva. Use o Blog como um local para amostragem dos seus ensaios liter�rios acerca da Palavra de Deus.
Todo tempo gasto � um investimento que voce est� fazendo. Conte sempre comigo!
Parab�ns!
Pastor Carlos Roberto

Related Posts with Thumbnails